Skip to main content

Como transformar dados em informações para venda?

O sucesso comercial está relacionado diretamente com a capacidade de transformar dados em informações para venda. No mundo tecnológico em que vivemos, é muito fácil obter uma grande quantidade de dados relacionados às atividades desenvolvidas – mas, nem sempre transformar esses dados em informações relevantes é uma tarefa simples.

Usando apenas o Google Analytics, você consegue monitorar várias informações sobre o comportamento do público no site da sua empresa. Mas quais são as que você pode extrair dos relatórios? É preciso saber o que você está procurando para identificar como um usuário é conduzido até o formulário de contato do site, por exemplo.

Os gestores comerciais que conseguem transformar dados em informações para venda têm o poder de maximizar os resultados de toda a equipe. Neste artigo, entenda melhor como você pode colocar isso em prática.

Dados são diferentes de informações

Os dados são o que você obtém ao executar consultas em seus sistemas e bancos de dados. Eles são brutos: linhas e colunas de números e estatísticas. Até podem ser uma fonte de informação, mas não são inerentemente informações. Ainda existem algumas arestas que precisam ser aparadas.

As informações são o que você consegue utilizar como base para tomar suas decisões dentro do setor comercial. Elas contêm a história do negócio: o que está funcionando, o que não está e as tendências ao longo do tempo.

No entanto, há um problema. Os dados estão crescendo e a inteligência comercial mudando. À medida que os dados crescem, é cada vez mais importante encontrar formas eficazes de transformá-los em informações. Além disso, os executivos estão mais focados em obter informações efetivas (com base em dados precisos) para competir – e essa tendência também afeta o setor comercial.

Transformando dados em informações para venda

Mas, então, como é possível transformar os dados gerados pela sua organização em informações para venda? Preparamos algumas dicas que vão ajudá-lo:

1. Conheça seus objetivos

Definir objetivos claros é o primeiro passo para gerenciar melhor os dados que circulam pela sua empresa. É de acordo com os objetivos de vendas traçados que você conseguirá entender quais são as informações necessárias para fazer um monitoramento eficiente.

Defina seus objetivos de negócios de forma clara e explícita, por exemplo:

  • Volume de vendas que devem ser fechadas no próximo trimestre;
  • Diminuir o tempo médio necessário para fechar uma nova venda;
  • Reduzir o custo médio de aquisição de clientes;
  • Melhorar a relação entre o número de visitas realizadas e o de vendas fechadas.

2. Escolha as métricas certas

Agora que você sabe quais são seus objetivos comerciais, é possível escolher quais métricas avaliar com mais eficiência. Há uma imensa quantidade de dados sendo gerada diariamente através do trabalho desenvolvido pelos vendedores e do comportamento do seu público na internet.

Algumas boas métricas que você poderia acompanhar são:

  • Percentual de contribuição de cada vendedor para os resultados de vendas conquistados;
  • Taxa de conversão de oportunidades de vendas em clientes;
  • Valor médio das vendas fechadas;
  • Número de contatos realizados por cada um dos vendedores no período analisado;
  • Propostas feitas x vendas geradas;
  • Retorno sobre o investimento – em uma relação entre o investimento em vendas e os resultados obtidos.

3. Defina metas

Fechar 10 vendas durante o mês pode ser considerado um bom resultado? Uma taxa de conversão de oportunidades em clientes de 50% é aceitável? Os dados só fazem sentido no contexto. Uma empresa que fabrica navios tem objetivos de vendas muito diferentes de uma indústria de brinquedos para crianças, não é?

Isso significa que devem ser traçadas metas que estejam de acordo com os objetivos do seu negócio. Com base nisso, você conseguirá identificar os dados que realmente importam para transformá-los em informações que servem de base para monitorar essas metas.

4. Reflita e refine

Existem alguns dados que são essenciais para qualquer setor comercial. Seria impossível chegar a uma conclusão relevante sem saber o número final de vendas fechadas ou a receita obtida no período analisado, não é? É com base nesses dados que grande parte das informações é extraída.

Porém, o segredo para alcançar os melhores resultados está em refletir e refinar a sua análise. Com tantos dados à disposição, é possível fazer análises mais específicas e integrar informações para chegar a novos insights.

Em quais regiões a sua equipe comercial consegue obter um aproveitamento maior na abordagem de vendas? Quais são segmentos de empresas que costumam fechar negócio com mais agilidade? Em que período do dia os seus vendedores tendem a ser mais bem-sucedidos em suas abordagens?

Esses são apenas alguns exemplos de dados que podem ser obtidos facilmente. Ao processá-los adequadamente, eles são transformados em informações que servem para guiar as operações da empresa rumo ao sucesso.

O objetivo é transformar seus dados em informações, e elas em energia. Ou seja, as conclusões obtidas não devem ficar apenas na teoria: após chegar a novos insights, é preciso reformular processos para aplicar as novas ideias.

5. Use um software que proporcione a automação

A tecnologia é uma das principais responsáveis pelo crescimento do volume de dados nas organizações. Com o uso de soluções digitais, é cada vez mais fácil monitorar as atividades que ocorrem no dia a dia.

Com um software de CRM, é possível automatizar várias das atividades de relacionamento com o cliente. Isso permite processar dados úteis com facilidade e organizá-los de forma que possam gerar informações relevantes sobre as oportunidades de venda.

Da mesma forma, um software que permite o monitoramento da sua equipe de vendas em tempo real também gera dados ao longo do dia inteiro. Basta saber como processá-los para obter informações úteis sobre o desempenho da equipe comercial.

E então, gostou das informações sobre como transformar dados em informações pra vendas? Gostaria de conhecer melhor o papel da tecnologia no setor comercial? Conheça os recursos do FieldLink e até a próxima!